Alter do Chão

Alter do Chão

Alter do Chão é um destino imperdível e todo turista que descobre este paraíso fica encantando com a imersão amazônica que o lugar proporciona. Localizada no município de Santarém (PA), Alter do Chão é um distrito com muitas belezas naturais à beira do Rio Tapajós. É o que podemos chamar de paraíso tropical com praias de água doce, povo acolhedor e uma rica cultura. Para chegar até lá, o mais comum é seguir pela PA-457 (Rodovia Everaldo Martins), a cerca de 38 km de distância. Mas é possível também visitar através de embarcações.

Alter do Chão - Ilha do Amor
Alter do Chão – Ilha do Amor

Desde 2009, quando foi eleita pelo jornal britânico The Guardian como a praia mais bonita do Brasil, a vila balneária, distrito de Santarém (PA), ganhou destaque internacional, mas, ainda há muitos turistas que desconhecem este pedacinho da região norte!

Praias de Areia Branca

Quando o The Guardian batizou Alter do Chão de “Caribe Brasileiro” acreditem, estavam com razão! A praia da Ilha do Amor, na frente na vila, é o cartão postal que todo turista se depara assim que chega ao destino. A faixa de areia que no verão amazônico lembra uma “ilha” é tecnicamente um istmo (porção de terra estreita cercada por água em dois lados e que conecta duas grandes extensões de terra). Por lá é possível ficar à vontade debaixo de um guarda-sol em uma das 17 barracas com cardápio tipicamente amazônico. Tanto o Rio Tapajós, como o Lago Verde, que contornam a praia tem a água morna e convidativa para um mergulho.

Alter do Chão - Ilha Do Amor Foto Cristiano Cruz
Alter do Chão – Ilha Do Amor Foto Cristiano Cruz

E são muitas praias! A mais conhecida, na frente da vila, é a Ilha do Amor. A faixa de areia que aparece no verão amazônico tecnicamente é um istmo (porção de terra estreita cercada por água em dois lados e que conecta duas grandes extensões de terra). Mas independente da definição, uma excelente opção para começar a aventura. É possível ficar à vontade debaixo de um guarda-sol em uma das 17 barracas com cardápio tipicamente regional. Tanto o Rio Tapajós, como o Lago Verde, que contornam a praia possuem a água morna e convidativa para um mergulho. Mas não se engane, opção por aqui é o que não falta! São mais de 300 praias! Cada uma com sua peculiaridade e sempre uma nova descoberta. A única certeza é que as fotos ficarão incríveis!

Além disso, a Amazônia é um bioma que surpreende. Como ouvi uma vez “uma terra de superlativos”. E essa imensidão é impossível de ser mostrada neste post ou em qualquer outra forma de registro. É coisa para ser sentida, vista pessoalmente mesmo! É preciso provar a colunaria tapajônica, mergulhar no rio e sentir a energia do sol (é quente mesmo!). Portanto, as dicas a seguir são o que é possível mensurar, digamos assim.

Melhor época para visitar?

No verão amazônico (agosto/janeiro), na vazante dos rios, as praias aparecem. No inverno amazônico (fevereiro/julho) as praias desaparecem. Mas não se engane o período de cheia guarda muitas belezas naturais, como a Floresta Encantada do Tapajós.

Setembro é o mês mais disputado por causa da tradicional festa do Çairé :

Alter do Chão - Festa Caire Foto CynthiaNigro
Alter do Chão – Festa Caire Foto CynthiaNigro

Como chegar?

Existe transporte público regular para Alter do Chão. De meia em meia hora os ônibus passam pelo centro de Santarém com destino à vila balneária. A viagem dura em média 40 minutos! É comum que os visitantes o esperem na Praça São Sebastião ou Praça Tiradentes. Ir de táxi é uma opção, mas é sempre bom negociar!

Se preferir alugar um carro, várias empresas oferecem esse tipo de serviço na cidade, inclusive, no aeroporto.

Aeroporto mais próximo

Santarém é o portão de entrada para Alter do Chão, através do Aeroporto Maestro Wilson Fonseca. É comum a conexão em Belém (PA), Manaus (AM) ou Brasília (DF).

Um detalhe, infelizmente os voos para a região ainda são poucos e com horários não tão satisfatórios (madrugada). O valor das passagens aéreas também é alto, por milhas podem ser comparado com destinos como Miami. Mas vale a pena se programar e comprar com antecedência, assim você aproveita as promoções e melhores preços.

Dinheiro ou cartão?

Alter do Chão possui um caixa eletrônico 24 horas (mas que funciona em horário comercial), localizado no Mercantil Mingote, bem na praça principal da vila. O único banco é o Banpará, então recomend-se sempre levar dinheiro para eventualidades. Quando a vila está muito cheia, o sinal de internet costuma cair e isso inviabiliza o uso de cartões. Mas todos os lugares turísticos aceitam cartão de crédito e débito!

Sinal de internet

As operadoras de telefonia móvel com sinal relativamente bom em Alter do Chão são a Vivo e a Oi. Claro e Tim costumam ficar off line. Nos hotéis e pousadas há wi fi, mas, o sinal pode ficar fraco em dias mais movimentados.

Alter do Chão - Lago Do Piranha
Alter do Chão – Lago Do Piranha

Opções gastronômicas

Por ser um lugar com muitas influências, a vila apresenta de tudo um pouco quando o assunto é gastronomia. Você pode se deliciar com a culinária paraense no Ty Comedoria, Restaurante Tribal, Espaço Gastronômico Alter do Chão e Restaurante Farol da Ilha. Há ainda outras opções como Do Italiano e vários outros lugares com petiscos e bebidas na praça da vila. Para quem gosta de hambúrguer, o Mamute e o X-Bom são as melhores opções.

Visite a região a partir de Alter do Chão

Dá para organizar vários passeios com bate-volta a partir de Alter do Chão e também como ponto de partida para lugares mais distantes. Converse com os lancheiros sobre essas opções. O que é imperdível no roteiro é conhecer as praias de Belterra (PA) e a Floresta Nacional do Tapajós. Se estiver com tempo, atravesse o Rio Tapajós e se encante com as paradisíacas areias e águas esverdeadas do Rio Arapiuns.

Alter do Chão - Passeio De Lancha
Alter do Chão – Passeio De Lancha

Converse com os moradores locais

Pense numa povo acolhedor e que gosta de contar histórias. Você irá conhecer muito da região se tirar um tempinho para prosear com os moradores. Isso, com certeza, irá enriquecer muito a sua viagem!

Na travessia para a Ilha do Amor, já engate uma conversa com os catraieiros (condutes das canoas).

Música ao vivo

Carimbó é o ritmo mais tocado em Alter do chão. Mas não o único! Nas festas realizadas na vila você irá ouvir o brega paraense e até um forró. As quintas-feiras bem no final da orla acontece a “Quinta do Mestre” com apresentações de carimbó. Toda sexta-feira é dia de “Chorinho da Glória”, no barzinho de esquina que leva o nome de sua simpática dona. Fica bem atrás da igreja católica da vila.

Alter do Chão - Show de Carimbó
Alter do Chão – Show de Carimbó

Terra de conexões

Faça trilhas, ande de canoa ou lancha. Veja o pôr do sol, aproveite a brisa do vento que vem do rio. Contemple as cores únicas que o entardecer nessa região proporciona. Inspire-se!

Luar do Tapajós
Luar do Tapajós

Passeios

Alter do Chão - Lago Verde
Alter do Chão – Lago Verde

Os barcos são o principal transporte da região. E em Alter do Chão isto não é diferente! Mas lá são as lanchas que dominam o transporte de turistas que querem conhecer outras praias, algumas praticamente desertas. Existem inúmeras embarcações desse tipo que fazem um roteiro personalizado com paradas estratégicas. Visite a Ponta do Cururu, Pindobal e a Floresta Encantada, no Lago Verde!

Pôr do Sol cinematográfico

Por Do So lIlha do Amor em Alter do Chão
Por Do So lIlha do Amor em Alter do Chão

O fim de tarde em Alter do Chão é poético. A cada dia, um espetáculo da natureza! Contemplar e fotografar o pôr do sol é obrigatório para quem está visitando o lugar. De toda a faixa de areia do Tapajós,  a praia do Cajueiro e a Ponta do Cururu,  podem ser visitadas em um barco ou lancha. Também é possível ir à pé, caminhando a partir da Ilha do Amor, mas prepare o fôlego, pois o percurso dura em torno de 50 minutos seguindo pela praia. O sol deixa o cenário laranja, numa cor que só neste paraíso é possível admirar!

Trilha na floresta amazônica

Vista da Serra Piroca, Alter do Chão
Vista da Serra Piroca, Alter do Chão

Uma das atrações é a trilha para a Serra Piroca, que fica entre a Ponta do Cururu e a Ilha do Amor. Lá de cima, é possível ter uma vista 360 graus da vila balneária após uma curta caminhada por dentro da floresta amazônica. São 110 metros de altura e os melhores horários para visitar são no nascer e pôr do sol.

Conecte-se com a floresta, com os igapós, com as pessoas. Viva Alter do Chão!

Escrito por Fábio Barbosa, Diário do FB: diariodofb.com

Pousadas em Alter do Chão

Vila Arumã / Vila Flor / Vila de Alter / Pousada Águas Lindas

Pousada Vila da Praia / Pousada Ecológica / Pousada Coração Verde / Pousada Lago Verde